Quinta, 01 Setembro 2016 12:03

Cansados

Escrito por
Avalie este item
(0 votos)

Era um colchão tão velho tão fino que eu sentia cada tábua do estrado nas espáduas. Hesitei em fazer movimentos bruscos, só virei de lado. Meu braço esquerdo envolvia seu ombro, a tênue luminosidade da rua me permitia enxergar seu longo pescoço. Novo parâmetro: o tamanho do pescoço é proporcional ao pau. Estava silenciosamente feliz e me bastava.

Deu-se um longo tempo até eu perceber que permanecia de olhos abertos e ainda assim semi-dormindo. Acho que era o cansaço – eu ando muito cansada. Mas havia elegido minhas prioridades e apertei sua campainha num zumbido que soou nos seus ouvidos e nos meus, iniciando assim o nosso humilde abraço de terça-feira.

Não foi nada extraordinário; foi um sexo cansado. De tal jeito que eu já cheguei atirando os sapatos dos pés e deitando no tenebroso colchão. Fechei os olhos, meu cabelo solto varrido no travesseiro, abri os braços – venha, meu lindo. Venha manso e com jeitinho pra eu não suar demais, que não vou ter energia depois pra mais um banho. Beijo no pescoço pra poder pousar a cabeça. Roupa amassada ano pé da cama. Pé esticado, todo mundo deitado, afundando no vão do estrado. Foi indinho assim, slow-motion, devagar, devagar quase parando, um suspiro, um grunhido baixo e mal-pronunciado, quando me dei conta tinha uma poça branca se espalhando na minha coxa. Ah, que bom.

Hesitei em fazer movimentos bruscos, só mexi o braço. Desci minha mão pra perto da sua virilha, brinquei de enrolar os pentelhos, fazendo cachinhos, ouvindo o roçar do pelo na pele, um eventual ônibus ou moto a rasgar a rua, mais um rolinho, bocejo, tem uma criança na calçada, a coxa ainda melada, o dedo enroscando no pelo...

Lido 394 vezes Última modificação em Sexta, 09 Setembro 2016 15:08
Une Petite Putain

Não sou nem louca de escrever em terceira pessoa. Escrevo putaria pra libertar a mim e aos outros também. Eternamente em busca de pequenos prazeres.
Idade: 20
Links: www.unepetiteputain.wordpress.com
          www.facebook.com/unepetiteputain/

Mais recentes de Une Petite Putain

Mais nesta categoria: « 1Q84 - Resenha A Anti-Musa »

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.