Quarta, 12 Outubro 2016 14:06

Talvez

Escrito por
Avalie este item
(40 votos)

Talvez, foi o vocábulo que ouvi outra vez
Não sei se foi por teimosia ou estupidez
Mas deveria insistir mais uma vez
Mesmo tendo sido tratado com rigidez

Acorrentaram os meus sonhos auspiciosos
Aprisionaram os meus desejos esperançosos
Quase que entrei em desvario
Segui firme! Guardei a lucidez
Não me deixei levar por um talvez
pois, não era a palavra que queria ouvir outra vez

Corri, suei, magoei, chorei, requintei
Enquanto esperava desesperadamente pela minha vez
Regressei de novo como vês
Porque a minha intenção é fazer um poema!

Lido 609 vezes

Mais recentes de Tocha Sousa

1 Comentário

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.