Quarta, 02 Novembro 2016 17:47

Histórias para se ler sem Pressa

Escrito por
Avalie este item
(0 votos)

Mamede Mustafa Jarouche escolheu e traduziu ao seu “deleite e curiosidade”, como nos explica em nota ao fim do livro, diversas histórias árabes bem curtas (às vezes de meia página). São passagens de textos maiores, anedotas, contos, às vezes religiosos ou sobre justiça ou costumes. Um apanhado da cultura e da inegável força narrativa desse povo.

Cultura, essa, rica e milenar, no livro vemos historietas tiradas de textos que vão do séc. VIII d.c. até o XVIII. Podemos entender, portanto, um pouco de tradições comerciais, religiosas e até como os árabes encaram guerras, hierarquia, dinheiro.

O que mais me chamou atenção, porém, foi o humor, autorreferente e sempre com mensagens dignas de atenção, os árabes têm muito mais senso de humor do que aparentam.

Destaco a hilária “A moeda de ouro e seus filhotes”; a assustadora e, ao mesmo tempo reveladora, “Embaixadores assustados” e a inaugural e universal “O poeta e o vendedor de melancias”. Imperdível.

Lido 380 vezes
Filippo de Faria Cordeiro

Roteirista, amante da leitura, cinema, teatro e música.

 

E-mail: pippofcordeiro@gmail.com

Mais recentes de Filippo de Faria Cordeiro

Mais nesta categoria: « Mate Trono de Cinzas »

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.