Segunda, 14 Novembro 2016 20:43

O monstro no armário

Escrito por
Avalie este item
(3 votos)

Não sei por que me fazem tantas perguntas. Parece até que eu tenho alguma culpa no que aconteceu. Pelo contrário, tentei evitar. Mas ela não me acreditava.

Toda noite eu dizia: “Babá, tranque a porta desse armário senão eu não durmo aqui.”

E ela: “Não seja medroso, menino. Não tem nada no armário.”

E eu: “Tem sim. Tem um monstro, e ele vai sair se a porta ficar destrancada.”

E ela: “Então por que ele não sai de dia? A porta fica escancarada o dia inteiro. Por que ele nunca saiu?”

E eu: "Ele não suporta a claridade. Quando todas as luzes estão apagadas, aí sim é a hora em que ele gosta de sair.”

E ela: “Você já viu esse monstro alguma vez, pra ter tanta certeza?”

E eu: “Não vi com os meus olhos nem ouvi com os meus ouvidos, mas sei que ele está lá.”

E ela: “Agora me explique, menino. Esse armário é pequeno, atrás dele só tem a parede, embaixo só tem o chão. Onde o monstro se esconde, que a gente nunca vê ele nem quando tira tudo de dentro pra fazer limpeza?”

E eu: “Não tenho a explicação. Só sei o que sei.”

E ela: “Então durma com a luz acesa, oras.”

E eu: “Não consigo dormir com luz acesa, você sabe muito bem.”

E ela: “Me responda uma pergunta. Se o monstro é assim poderoso, por que não arromba essa fechadura tão fraquinha? É a coisa mais fácil do mundo, até eu consigo se quiser.”

E eu: “Não sei, babá. Isso também não sei responder. Coisas de monstros.”

Ela não me acreditava. Eu dizia e repetia, e ela nunca acreditou. Nessa noite entrou aqui enquanto eu dormia e só de teimosa foi lá e abriu o armário. Queria me provar que não tinha nada lá dentro, imagino. Aí aconteceu o que aconteceu e não pude evitar. Só tive tempo de acender a luz bem depressa quando acordei com os gritos. O monstro fugiu por causa da claridade, mas já era tarde demais.

Coitada da babá... Era meio burra, mas bem boazinha. Coisa chata, não?

Lido 612 vezes

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.