Segunda, 09 Janeiro 2017 15:39

Amor em clave de lua

Escrito por
Avalie este item
(19 votos)

A minha cabeça, um rockn roll
Teu cérebro um jazz
Sou sem compromisso
Tu um improviso só
Sou só, um solo cifrado
Tu, um sopro no sax
Eu, um sex appeal

Dedilho riffs
Tu tocas minha alma
Teu som invade meu peito
Rebelde, quebro tudo
Novamente improvisas
Consertas o concerto
Deste desacerto sem tom

Nosso fá-clube
Eu e tu
Nos bastamos
Sem show
Sem plateia
Eu e tu
A dedilhar sonhos
Cantar planos
Improvisar beijos

Sem base
Arranjos pobres
Sonhos ricos
O ritmo, dos corpos basta

Grana? Pra viver serve

Artistas de rua
Cantando aqui
Cantando acolá
Um dia num palco
Outro dia pra lua.

Lido 587 vezes
Paulo Ismar Mota Florindo

Formado em Ciências Econômicas, especialização em Marketing e Recursos Humanos, participa eventualmente de concursos de contos ou poesia, já tendo sido publicado em antologias. Escreve por hobby e porque gosta de compartilhar seus textos.

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.