Fantasia
Sexta, 14 Outubro 2016 02:00

A fuga

De repente ela acordou, e sem pensar duas vezes abriu a porta e saiu correndo, cortando a cidade e adentrando-se na mata.

Quinta, 13 Outubro 2016 22:05

Meu pai

Eu odeio o barulho da voz do meu pai a ecoar no meu quarto. Sempre na mesma hora. Depois do jantar, com a lâmpada apagada, a casa vazia. Meu pai tirou o sinto e me mandou deitar.

Quinta, 13 Outubro 2016 21:31

A Casa-Arca

A chuva jamais acabaria!

Quinta, 13 Outubro 2016 14:12

Herói de Guerra?

Pareceu-lhe que até mesmo o denso vapor exalado pelas próprias narinas congelaria naquela fria manhã canadense. Prosseguiu, contudo, sua solitária caminhada matinal.

Quinta, 13 Outubro 2016 14:03

Oswaldo

Oswaldo olha-se no espelho, exibindo-se. Era um ser apolínio. Cabeça, tronco, membros, perfeitos! Bíceps, tríceps, quadríceps... Genética genuína. A sua beleza lhe trazia benefícios. Figurava-se entre as capas de revistas e glamorosos desfiles pelo mundo todo, sempre requisitado em festas sociais. Rodeados de belas mulheres. Oswaldo possuía tudo o que sempre sonhou; Beleza, Saúde, fortuna, e sucesso profissional, mas Oswaldo queria mais, tinha em sua cabeça milhões de sonhos. Decidiu que iria ser um astronauta e viajar pelo espaço. Soube através dos telejornais que havia uma vaga. Inscreveu-se nela participando de todos os testes, o resultado não podia ser mais positivo; tornou-se um astronauta. Na espaçonave, enquanto aguardava a contagem regressiva para entrar em órbita, sorriu orgulhoso. Ao pousar na lua, deixou cair uma lagrima e pensou no quanto era um ser privilegiado por estar ali e olhar a terra de cima da lua. Caminhou sobre a lua com passos lentos, em profunda emoção e nela fincou uma bandeira com os dizeres: “Jamais desistam dos seus sonhos”.

Quinta, 13 Outubro 2016 13:15

A Janela Quebrada

Cláudio não entendia. Toda vez que ia à casa de sua namorada, se deparava com o mesmo desafio que o recepcionava logo que entrava na sala de estar. Era uma grande janela quebrada, já velha e gasta, abandonada, que destoava do ambiente e que deixava Cláudio transtornado. A janela dava a Cláudio a impressão de que nunca era fechada, e o vidro quebrado com seus pedaços afiados nas suas extremidades dava a ele a impressão de uma grande boca maligna pronta a lhe devorar. Era impossível entrar na casa da namorada sem se deparar com a visão da janela, que ficava no centro do aposento, lhe ameaçando. Essa visão grudou em sua mente e o perseguia. Perguntas o atormentavam. Que janela é essa? Como ela se quebrou?

Quinta, 13 Outubro 2016 13:03

Cordas

- Enfim chegamos! Minhas pernas não aguentavam mais essa escada! – Suspirou vovó ao sentar-se no camarote. – Mal posso esperar para começar a apresentação! Você não está ansiosa?

Quinta, 13 Outubro 2016 12:49

Nem Sempre o que Parece, É

Quando chegou em seu quarto, que dividia com mais três numa república de estudantes, a zeladora do prédio foi procurá-la. Haviam deixado um número de celular para ela ligar. Não reconheceu aquele número. Estava tão cansada, tão traumatizada pelo que havia acontecido, principalmente pela perda de sua bolsa com tudo de importante que estava dentro, que a única coisa que queria era tomar banho, beber alguma coisa quente e desmaiar na cama... esquecer!

Quinta, 13 Outubro 2016 12:23

Como Alguns Milagres Acontecem

Em uma estrada cravada no meio do deserto norte-americano, caminhavam dois personagens antagônicos. Um, avermelhado, forte, carregado de um sorriso sádico e um olhar perspicaz. O outro, menos corpulento, com a boca disposta a pregar o bem entre os homens, roupas brancas, harpa num dos braços e olhos brilhantes.

Quinta, 13 Outubro 2016 12:14

A Flauta

Meu pai acabara de falecer. Era um homem alto e magro, encovado pela idade e acima de tudo, a imagem de um homem que entristecera. Seu chapéu negro ao estilo Fedora permanecia pronto e imóvel, pendurado em um cabide de pé a um canto do quarto; seus sapatos de couro sempre limpos e lustrosos repousavam quietos ao lado de sua cama. Sobre o criado-mudo uma foto dele com minha mãe, juntos, inseparáveis, como sempre quiseram ambos.

Página 5 de 7