Luiz Henrique Barretto

Luiz Henrique Barretto

Sexta, 14 Outubro 2016 06:30

A cabeça de J.P.H.C.

Aquela era a melhor biblioteca da cidade, sem dúvida. Uns maldosos diriam que tal fato se dava por também ser a única. Mas era somente maldizer pois, se desproporcionalmente grande para uma cidade daquelas, também verdade eram seus benefícios. A cidade em pouco tempo tornou-se um oásis para a intelectualidade não só local, mas regional e nacional. Todos intelectuais e aspirantes iam para lá, sem querer, sem saber a razão. Eram naturalmente atraídos para lá, como as abelhas são ao mel.