Política
Quinta, 09 Junho 2016 11:06

Liberdade de Expressão

Em uma livraria entra um senhor distinto, por volta dos 70 anos.

- Posso ajudar? – Vendedor.

- Por favor. Queria saber se você tem alguma coisa da ditadura.

Tudo aconteceu numa fração de segundos. O barulho do vidro estilhaçado e a pancada do corpo do deputado Paulino Laluf caindo no chão. No pescoço do parlamentar, dava para ver a pequena seta fincada e a pele avermelhada ao seu redor. Era mais um corrupto abatido por aquele que, em pouco tempo, havia se tornado o super-herói do povo brasileiro e o terror dos corrompidos.